Santíssima Trindade: Dogma da Fé Cristã

June 12, 2017

 

 

            As três pessoas da Santíssima Trindade correspondem a um só Deus, nenhuma das três excede a outra em poder, bondade e soberania, ambas possuem a mesma natureza divina e a mesma grandeza, entretanto a Igreja e as Escrituras atribuem funções distintas para cada uma, sendo a criação ao Pai, a redenção ao Filho e ao Espírito Santo como Santificador.

            A Igreja ensina desde sua origem baseada na Sagrada Escritura os Mistérios da Santíssima Trindade no sentido de renovar continuamente a fé cristã, mas desaconselha a investigação no sentido de decifrar os mistérios da Trindade Santa, em vista da magnitude e complexidade das três pessoas formando um só Deus.

            Santo Agostinho, grande teólogo e doutor da igreja, tentou exaustivamente compreender esse Mistério. Certa vez passeava na praia compenetrado, pedia a Deus uma luz para desvendar o enigma, até que se deparou com uma criança brincando na areia. Fazia ela um trajeto curto e repetitivo, corria com um copo na mão até um pequeno buraco feito na areia como se tentasse transferir a água do mar para aquele buraquinho. Curioso, perguntou a criança o que pretendia fazer, respondeu-lhe que queria transferir a água do mar para aquele buraquinho. Perplexo, o santo respondeu que era um trabalho em vão e a criança lhe disse: ‘É mais fácil colocar toda a água do mar nesse buraco do que compreender o Mistério da Santíssima Trindade.’ E logo o menino que era um anjo desapareceu.

            De fato, não se pode investigar ou entender um Deus infinito de natureza sobrenatural pela razão, pois a mente humana é muito limitada, mas podemos e precisamos experimentar e senti-lo. Foi para isso que o Filho Redentor transcendeu e uniu a natureza divina com a natureza humana quando se encarnou no seio da Virgem Maria e oferta-se continuamente na Eucaristia, a fim de unir o ser humano ao Criador, uma vez separado pelo pecado original.

            O ponto mais sublime dessa união é sem dúvida a Santa Missa, onde nos alimentamos do Corpo e Sangue de Cristo. No entanto muitos cristãos não mergulham, apenas degustam a Eucaristia, não se fortalecendo na fé. É necessário saborear durante e depois da Santa Missa, do contrário Cristo não se encarna na vida da pessoa, ficando uma fé fria, não sendo possível, desse modo vencer o pecado. Esse é o possível motivo da crise de fé que vivemos nos dias de hoje. Além do mais é preciso a efusão continua do Espírito Santo para reviver e renovar a fé cristã. A Comunidade Católica Aliança de Cristo Rei tem ajudado a muitos nesse sentido, tanto a mergulhar mais profundamente na Eucaristia, como na efusão do Espírito Santo, só assim temos uma Igreja renovada. Ainda muitos esperam a salvação após a morte, mas o Senhor Jesus Cristo é claro ao afirmar: “...cumpriu-se o tempo e o reino do céu está próximo..”, palavras que são citadas em vários pontos do Evangelho (Marcos, 1-15; Mateus 3,2 e 4,17). Ora, se o Senhor é insistente nesse ponto: ‘o Reino do Céu está próximo’, isto é, está acessível à todos. E também afirma: ‘cumpriu-se o tempo’, não há mais tempo, motivo ou desculpas para se viver uma fé fria sem uma participação ativa na vida cristã, como se Deus estivesse distante. As palavras do Senhor Jesus são mais do que claras quando afirma: “..estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos...” (Mt. 28,20).

 

A paz de Cristo, a bênção de São José e o amor de Maria.

Fontes de pesquisa: noticias.cacaonova.com Bíblia Católica.

Imagem: cleofas.com.br

Please reload

Posts Em Destaque

Maria de Nazaré - A Arca da Nova Aliança

September 9, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 2, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags