Maria de Nazaré - A Arca da Nova Aliança

September 9, 2017

 

 

“Alegrem-se todos os homens e mulheres porque o nascimento da Virgem veio anunciar-lhes o grande dia da libertação pelo qual aguardavam ansiosamente os povos”. Alegrem-se os anjos porque neste dia foi-lhes dada também pela primeira vez a oportunidade de reverenciar a sua futura Rainha. O Anjo Gabriel anuncia a Maria que ela foi a escolhida para ser a mãe do filho de Deus e saúda a com essas palavras: “ave cheia de graça o senhor é contigo” essas foram às palavras do anjo dirigidas a Maria, ave! Era uma saudação dirigida na época apenas ao imperador, por isso Maria pôs-se a meditar qual seria o significado de tamanha elocução, pois era apenas uma menina simples habitante de uma cidade simples.

 

Em 08 de Setembro a igreja celebra jubilosamente o nascimento da virgem imaculada, e mãe do redentor da humanidade. Virgem santa antes que nascida, a resposta que abriu as portas da vida para o mundo outrora mergulhado em trevas, a aurora que precede a luz do novo dia, a quem o Deus onipotente já havia anunciado desde a fundação do mundo que a descendência de Maria (Jesus), iria esmagar a cabeça da serpente. (Gn 3,15).

A primeira pessoa a saudar e reconhecer Maria como mãe do Salvador foi sua prima Isabel: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre, grande é a honra de receber a visita da mãe do meu senhor”! Exclamou Isabel (Lc 1,42). A aurora que anuncia o dia da libertação, e marca o fim de uma era de trevas com a vinda do sol da justiça, o filho de Deus que se encarnou no ventre de Maria, que em nome de toda a humanidade respondeu sim permitindo que o criador dessa continuidade ao plano de salvação do homem por isso foi cumulada das mais sublimes graças e posteriormente coroada coma rainha do céu e da terra. O coração humano, entretanto ainda muito resiste ao amor de Deus e por esse motivo, grande parte do mundo ainda se encontra em trevas.


Seus pais São Joaquim pertencia a tribo da Judéia e Santa Ana da descendência do sacerdote Aarão , habitavam  em Jerusalém, ambos já de idade avançada sendo Ana estéril acarretavam ao casal grande desonra, na época não ter descendência era fator de desconfiança como um castigo de Deus, por esse motivo Joaquim era censurado pelos sacerdotes no templo, o casal porém suplicava incessantemente ao senhor. Em certa ocasião Joaquim retirou-se, para o deserto onde permaneceu em jejum e oração por 40 dias até que o anjo de senhor apareceu e consolou-o dizendo que Deus tinha ouvido suas orações, o mesmo anjo confirmou a Ana que as súplicas do casal tinham sido ouvidas. Pouco tempo depois que Joaquim retornou Ana engravidou.  Segundo a tradição cristã Ana deu a luz em 08 de Setembro do ano 20ac. E seus pais lhe deram o nome de Miriam que em hebraico significa Senhora da Luz. Ana e Joaquim consagraram a menina no templo pagando uma promessa pela graça de seu nascimento.

 

Muitas datas solenes são celebradas pela igreja para reverenciar a mãe do redentor e nossa mãe, do nascimento a assunção e a coroação pela Santíssima Trindade como rainha do céu e da terra, Inúmeros são os títulos dedicados a Nossa Senhora, de acordo com a fé popular da região ou de suas aparições. Por exemplo: Nossa Senhora de Fátima surgiu a partir de uma aparição na cidade de Fátima em Portugal quando apareceu aos três pastorinhos. Desatadora dos nós: surgiu no ano de 1700, em Ausburgo na Alemanha quando um artista pintou uma imagem da Virgem Maria inspirado na frase de Santo Irineu de Leão: “A Virgem desata com a obediência o nó da desobediência de Eva”. De qualquer modo os muitos títulos são também uma maneira carinhosa de prestarmos reverência a nossa querida mãe.

Com o “Sim” de Maria o verbo divino se encarnou e habitou entre os homens. Assim Deus abriu o portal da vida para dar vida aos habitantes da terra antes encoberta pelas trevas do pecado e da morte. Ao responder: “Faça se em mim segundo a tua palavra”, a Virgem mãe de Deus se comprometeu não apenas acolher em seu seio materno o santo dos santos, mas também a alimentá-lo, ajudar a criança a dar os primeiros passos e a educá-lo conforme a lei, juntamente com seu esposo São José. Embora Jesus Cristo não fosse (e nem é) um homem comum, ele se tornou comum para revelar aos seres humanos o rosto de Deus invisível em uma linguagem compreensível aos olhos humanos.

 

Com essa resposta Deus sela através de Maria o destino do príncipe do mundo, satanás que através de Eva iludiu e “arrastou” o ser humano para um mundo hostil encoberto pelas trevas da desobediência sem outra pretensão senão de escravizá-lo até a morte.  A virgem Imaculada se torna a segunda Eva e mãe de todos os viventes, Eva seduzida pela promessa maliciosa da serpente diz sim ao pecado e Maria diz sim a obediência pisando e esmagando definitivamente a cabeça da serpente do pecado e da morte, porém a mesma serpente continua a seduzir e enganar aqueles que ainda não se decidiram e não disseram sim a obediência.

 

Quem nega Maria de certa forma nega Cristo, mesmo que inconsciente, não é possível a ninguém alcançar as graças da redenção sem antes passar pelo seio de Maria, é, portanto de suma importância que nós cristãos católicos celebramos com muito fervor e  alegria as datas em que a igreja celebra nossa mãe, e, instantemente invoquemos o seu nome pedindo a sua poderosa intercessão principalmente por aqueles que não a reconhecem como a mãe de Cristo  salvador.

 

No Brasil além do Santuário Nacional, muitas paróquias receberam um dos títulos que fazem referência a nossa Padroeira, uma belíssima dessas  é Nossa Senhora do Brasil, localizada na Praça Nossa Senhora do Brasil no Jardim América em São Paulo.

 

“Minha mãe Nossa Senhora, somos todos filhos teus, todas as Nossas Senhoras são a mesma mãe de Deus” (letra de Roberto e Erasmo Carlos).


Fontes: Arautos do Evangelho/Cleofas
 

Please reload

Posts Em Destaque

Maria de Nazaré - A Arca da Nova Aliança

September 9, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes

November 2, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags